Notícias

LANÇAMENTO | Ação Comida de Verdade nas Escolas do Campo e da Cidade será lançada em diversos estados

No mês em que se comemora o Dia Mundial da Alimentação, 16 de outubro, diversas organizações do campo agroecológico farão o lançamento da ação Comida de Verdade nas Escolas do Campo e da Cidade, uma iniciativa da sociedade civil que pretende analisar a importância da aquisição de alimentos da agricultura familiar para a merenda escolar. Essa modalidade de compra é prevista no Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae).

Saiba mais sobre essa iniciativa 

Os lançamentos acontecerão ao longo deste mês em vários municípios:

Em Afogados de Ingazeira e São José do Egito, Pernambuco, a Diaconia e a Apomel estão organizando uma ampla programação, com eventos nos quais será lançado o Comida de Verdade nas Escolas do Campo e da Cidade. No dia 15/10, inicia a campanha de rádio sobre consumo consciente, em parceria com o Ministério Público Estadual, a Gerência Regional de Educação do Alto Pajeú e o Conselho de Segurança Alimentar de Pernambuco (CONSEA/PE). A campanha de utilidade pública será veiculada nas rádios do território e em 12 escolas estaduais que têm sistema de rádio. Em 16/10, em São José do Egito, haverá a inauguração da lojinha de produtos agroecológicos. No dia 20/10, o aniversário das feiras agroecológicas de Afogados de Ingazeira (17 anos) e São José do Egito (18 anos) será comemorado com almoço, roda de conversa e visita à área de produção das agricultoras Adriana, da comunidade de Santa Rita, e Maria, da comunidade de Santo Antônio II. Nas mesmas feiras, no dia 26/10, feirantes e consumidores/as serão convidados/as a participar do diagnóstico sobre desperdício de alimentos.

No dia 16/10, em Remanso, Bahia, a ONG Sasop organizará o lançamento no auditório do Centro Social de Remanso, a partir das 8h. Além de lançar o Comida de Verdade, o evento também tem o objetivo de refletir sobre a implementação do Pnae. Participarão famílias agricultoras e de pescadoras artesanais, representantes de conselhos de educação, gestores municipais, secretários de educação, organizações e movimentos sociais.

No mesmo dia (16/10), na sede da Central Única dos Trabalhadores (CUT), em Cuiabá, Mato Grosso, haverá o lançamento do seminário “O que-quem te alimenta?”, promovido pela organização Fase.

Em Morros, no Maranhão, a pesquisa será lançada pela Associação Agroecológica Tijupá, em atividades nos dias 16 e 17/10, e acontecerá no âmbito das ações do Levante Popular da Amazônia, atividade promovida pela ANA Amazônia em consonância com o Empate Amazônico, a Jornada Amazônia, Vida e Resistência e o Sínodo da Amazônia. O Levante vem fazer anúncios e denúncias sobre a Amazônia e seus processos de resistência. Em Morros haverá expressões de luta se manifestarão em ato público e cultural durante a Feira Agroecológica e Seminário sobre Avaliação do PNAE. Estas atividades contarão com a participação de agricultoras e agricultores familiares e grupos da cultura popular da região. Além dos representantes convidados do Fórum Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional (FMSAN/MA); Conselho de Alimentação Escolar do Município de Morros (CAE); Rede do Circuito de Feiras Agroecológicas do Baixo Munim; associações de mulheres; Prefeitura Municipal de Morros; Associação Cristã no Meio Rural (ACR); Núcleo de Estudos em Agroecologia (NEA/IFMA Monte Castelo); Sociedade Maranhense de Direitos Humanos (SMDH); Paróquia De Nossa Senhora Aparecida do Munim – Morros/Ma; Consea-MA e associações comunitárias..

Em São João do Triunfo, Paraná, a atividade será no dia 23/10, a partir das 13h, organizada pela AS-PTA, na Comunidade da Guaiaca dos Pretos, juntamente com a inauguração da Agroindústria do Milho Crioulo Não Transgênico, resultado de um longo processo de articulação e fortalecimento da agricultura familiar no território. Participarão representantes dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário do estado e do município; de organizações da sociedade civil, cooperativas e sindicatos rurais; de famílias agricultoras e guardiãs de sementes; e os profissionais diretamente envolvidos com a merenda escolar no município (prefeitura, secretaria de educação, nutricionistas e merendeiras).

Ao longo deste mês, acontecerão outras atividades com foco em políticas de segurança alimentar e nutricional, entre elas a alimentação escolar. Acompanhe por aqui essa programação!

Dexe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.