Organizações, articulações, redes, comissões, conselhos, fóruns, pastorais e movimentos sociais de Pernambuco vêm acompanhando com muita atenção e preocupação o avanço da COVID-19 na população em Pernambuco. Diante desse contexto, nesta segunda-feira (30) foi enviado uma carta aberta para parlamentares estaduais e federais, propondo como parte da política de enfrentamento à pandemia da COVID-19: remanejamento das Emendas Parlamentares de seus mandatos para apoiar as iniciativas do Programa de Aquisição de Produtos da Agricultura Familiar (PAA)  e para Doação Simultânea às populações em situação de insegurança alimentar e nutricional, que são atendidas pelas ações dos movimentos sociais, pastorais sociais, ONGs e pela Rede SUAS (Sistema Único de Assistência Social).

A carta aponta a necessidade de recursos para área da saúde, mas que é necessário levar em consideração a crise econômica no Brasil e em Pernambuco e o endurecimento das políticas de austeridade impostas nos últimos anos. Esse processo levou, por exemplo, aos cortes de recursos nos programas e políticas públicas da área social e ao congelamento de investimentos na seguridade social e na legislação trabalhista, com a aprovação da Emenda Constitucional 95. Medidas como essas estão agravando negativamente a vida das pessoas com maior vulnerabilidade socioeconômica, aumentando a cada dia o número de pessoas em situação de pobreza e extrema pobreza.

Leia a carta completa

Informações:
Alexandre Pires (ASA-PE e Centro Sabiá) – (81) 99945-0600
Graciete Santos (ASA-PE e Casa da Mulher do Nordeste) – (81) 99948-2501

Dexe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.