A obra apresenta resultados de processo nacional de sistematização envolvendo 25 redes territoriais de agroecologia apoiadas pelo Programa Ecoforte. O lançamento será durante o XI Congresso Brasileiro de Agroecologia, que acontecerá em Sergipe, de 4 a 7 de novembro

A Articulação Nacional de Agroecologia (ANA) lançou, durante o XI Congresso Brasileiro de Agroecologia (CBA), a publicação Sumário Executivo – Redes de Agroecologia para o Desenvolvimento dos Territórios: Aprendizados do Programa Ecoforte.

Foram dois momentos de apresentação e discussão da publicação durante o Congresso: no dia 05/11, às 18h30, no auditório da Reitoria da Universidade Federal de Sergipe (UFS), onde aconteceu o lançamento de outros livros; e no dia 06/11, das 9h às 13h, na Sala 102 – Did. V, onde ocorreu o Encontro das Redes de Agroecologia apoiadas pelo Programa Ecoforte.

O Sumário Executivo apresenta uma síntese dos resultados de um processo nacional de sistematização que envolveu 25 redes territoriais de agroecologia apoiadas pelo primeiro edital do Programa Ecoforte (projetos executados entre 2015 e 2017). O trabalho, desenvolvido pela ANA, em parceria com a Fundação Banco do Brasil (FBB), o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o Fundo Amazônia, promoveu intercâmbios entre as redes e apoiou a reflexão nos territórios a respeito da atuação das organizações, buscando dar visibilidade aos efeitos positivos gerados pelas ações coletivas de promoção da agroecologia.

Analisando uma grande variedade de contextos e trajetórias, com a participação ativa de diferentes sujeitos e organizações sociais em ações articuladas, a sistematização, realizada entre 2017 e 2018, mostrou que a ação das redes promoveu um ciclo virtuoso na dinâmica dos territórios, na qual a introdução de práticas agroecológicas proporcionou a diversificação e o aumento da escala de produção, impulsionando processos de beneficiamento e a busca de novos canais de comercialização, balizados pela aproximação com as/os consumidoras/es. Tudo isso envolvendo uma multiplicidade de temas mobilizadores conectados às práticas enraizadas territorialmente pelas redes, que incluem a valorização da agrobiodiversidade, o beneficiamento da produção, a construção social de mercados, os processos de certificação participativa da produção orgânica, dentre outros. A esse conjunto, associam-se tecnologias sociais relevantes que foram construídas ao longo da trajetória das redes.

Os resultados e aprendizados apresentados no Sumário Executivo são pequenas amostras da riqueza contida na ação das redes, os quais podem inspirar e servir como referências para o desenvolvimento de experiências em agroecologia em todo o País. A versão completa deste trabalho será publicada no livro Redes de Agroecologia para o Desenvolvimento dos Territórios: Aprendizados do Programa Ecoforte, no prelo.

O Sumário Executivo está disponível gratuitamente. Acesse aqui.

 

Dexe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.