St producao fomentoA reunião da Subcomissão Temática de Produção, Fomento, Crédito e Agroindustrialização ocorreu no dia 08 de julho em Brasília. De acordo com Luciano Silveira, da AS-PTA, é preciso produzir material de comunicação dos agricultores com linguagens para agentes de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) e funcionários dos bancos. E também desassociar o crédito da lógica familiar de endividamento, de modo a permitir que não precise focar só no homem garantidndo a capacidade individual de individamento.

 

“Tem crédito que foca em produto e na família, mas não foca a propriedade. Temos que manter a lógica familiar, mas definir o papel de cada membro com sistemas de produção diferenciados. Precisamos de um projeto que foque na propriedade e na divisão de trabalho, disse.

Outras propostas foram reconhecer e valorizar a agricultura urbana e periurbana agroecológica, facilitar acesso a créditos e à Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP), entre outras. A promoção de produtos orgânicos por meio de feiras e outros mecanismos de venda direta, com os 30% de produtos do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) para agroecologia, também foi destacado. No entanto, é necessário melhorar a redação para aperfeiçoar esses instrumentos, disseram alguns integrantes. No eixo terra do Planapo, território e garantia de direitos, foi proposta a inclusão de planos participativos nos projetos de assentamentos agroecológicos. Criar meios para demarcar territórios quilombolas e indígenas, contra PEC 215, também foi uma das prioridades.

O Ministério de Desenvolvimento Agrário (MDA) informou que está sendo realizada uma oficina para a agricultura familiar de base agroecológica, execução bastante baixa mas com a atratividade dos juros mais baixos nessa linhas. O objetivo, de acordo com os gestores, é reunir os bancos para discutir a aplicação do crédito para a agroecologia. Será realizado no dia 04 e 05 de agosto com participação de 70 pessoas entre agentes financeiros, gestores, agentes de ATER, integrantes do Condraf, etc.

Dexe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.