st conhecimentoA subcomissão temática de Conhecimento se reuniu no dia 19 de novembro e teve como pontos de pauta debatidos: Plano de Inovação; Atendimento da Embrapa ao Planapo; Edital CNPq para apoio a redes de extensão; Chamadas de Ater Agroecologia; Monitoramento do Planapo; Informes: Pronara, MEC, etc e encaminhamentos da ST para mesa coordenadora.

Segundo Eugênio Ferrari, coordenador da subcomissão “a reunião foi muito produtiva, foram atualizadas informações sobre várias das iniciativas do Planapo que estão sendo acompanhadas por essa subcomissão, em relação à construção do Plano de Inovação, à implementação das chamadas de Ater Agroecologia, aos editais do CNPq, por exemplo. Nessas iniciativas percebemos um esforço em buscar sinergias, o que em si já é um importante resultado. Sem a CNAPO (e o Planapo) esse resultado não estaria sendo alcançado. Evidentemente ainda há muitas dificuldades e muito há ainda para avançar, mas é justo celebrarmos os pequenos avanços que vamos alcançando”.

No que se refere aos encaminhamentos para a plenária da CNAPO e sua secretaria executiva, foi destacada a necessidade de se afirmar Junto ao Ministro do Desenvolvimento Agrário que um grande limitante para a execução das iniciativas desse ministério é a falta de estrutura e pessoal para atender as demandas do próprio Plano Nacional de Agroecologia (Planapo). Essa insatisfação foi reforçada ao secretário Valter Bianchini, da Secretaria da Agricultura Familiar, durante a plenária. Os integrantes da ST avaliaram que é por conta dessa necessidade que se revela a demora na contratação das organizações vencedoras nas chamadas de Ater (faltam fiscais); a ineficiência de alguns mecanismos, como o SIATER, que não tem condições de gerar e disponibilizar informações necessárias tanto para a gestão pelo próprio ministério como para as organizações executoras das chamadas. Nesse sentido também foram solicitadas formalmente mais informações sobre a Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater), que está sendo criada pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário e ainda é uma incógnita para os movimentos.

Houve também uma solicitação de que o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) tenha uma participação mais efetiva nesta subcomissão, para que sejam debatidos os impasses nas chamadas de Ater Agroecologia, que têm a concorrência com o mesmo público das chamadas do Incra.

A ST Conhecimento também propôs que a secretaria da CNAPO envie um documento à presidência da Embrapa apoiando e parabenizando  pela iniciativa recente de reconstituição do Fórum de Agroecologia da EMBRAPA e aos encaminhamentos de realização de um seminário nacional sobre agroecologia prévio ao seminário nacional da Cnapo. 

Dexe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.