Integrantes da Articulação Baiana de Agroecologia estiveram reunidos no dia 09 de agosto, em Feira de Santana-BA, para contribuir com os processos de construção e fortalecimento da articulação no estado da Bahia. As organizações levantaram reflexões sobre a existência de um campo agroecológico na Bahia com força e expressão política. A proposta é criar e fortalecer uma identidade desse campo por meio de formações, intercâmbios envolvendo famílias agricultoras e socialização de experiências e práticas agroecológicas sistematizadas. A ideia da articulação, formada atualmente pela Rede Reparte, Fundação Apaeb, Ascoob, Ceas, Cáritas, Fase/BA, TerraViva, Irpaa, MOC, Instituto de Permacultura da Bahia e SASOP, é agregar novos agentes, a exemplo dos agricultores e suas organizações, e também movimentos sociais que estão trabalhando na perspectiva agroecológica, indo além de uma articulação de organizações.

(*) Nota reproduzida do Serviço de Assessoria a Organizações Populares Rurais (Sasop).

Dexe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.