<

CORAGEM É UM DOM from AGROECOLOGIA on Vimeo.

Na semana passada foi lançado pela Articulação Nacional de Agroecologia (ANA) mais um vídeo do projeto Curta Agroecologia, que visa dar visibilidade às experiências agroecológicas em diversas regiões do país. Dirigido por Tiago Carvalho, Coragem é um dom retrata a vida de uma família que cria pequenos animais e produz alimentos em Remanso, no sertão da Bahia. A gravação foi realizada em julho de 2013, na maior estiagem dos últimos 50 anos, evidenciando como é possível a convivência com o semiárido. A agroecologia tem mostrado em diversas iniciativas como é possível vencer as adversidades provocadas pela seca na região.

 

 

A agricultora Dona Gracinha de Almeida, do Sítio Girau, mostra como faz para alimentar suas cabras com a vegetação nativa da caatinga e consegue armazenar água para seu consumo e dos seus quinhentos animais, além de garantir o plantio de hortaliças. Do quintal de sua casa tira o seu sustento de vida em meio às adversidades climáticas e do solo. Produz com o leite das cabras manteiga e queijo, que são vendidos na feira local, e planta alguns legumes e verduras para alimentar sua família. A carne dos animais também é consumida em casa e vendida nos mercados locais. Desde 2011 ela vem experimentando tudo o que vê em reportagens, folhetos e intercâmbios de trocas de experiências. Com técnicas agroecológicas utiliza como estratégia a estocagem de alimentos e água, que hoje possui mais de 3 mil litros armazenados em garrafas plásticas, para períodos mais severos. Dona Gracinha é mãe de três filhos, e atualmente tem dois netos e três netas.

gracinha 1A água que a família tem acesso hoje foi uma conquista após anos de luta. Sua filha, Renilde Almeida, também agricultora e agente de saúde na região, conta as dificuldades em relação à água. “Hoje graças às tecnologias sociais tem cisternas, poços artesianos, as coisas estão muito mais avançadas. Tem apoio de pessoas, sindicatos e entidades”, disse, relatando que sua mãe caminhava quilômetros com um balde na cabeça para matar a sede da família. Com essa conquista garante o cultivo de feijão, milho, mandioca, macaxeira, melancia, abobora, gergelim, hortaliças, coentro, cebolinha, beterraba, couve, pepino, dentre outras coisas, tudo sem a utilização de insumos químicos.

Em parceria com o Canal Saúde da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o vídeo conta com o apoio do Ministério do Desenvolvimento Agrário, da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, além das organizações internacionais Oxfam e Pão para o mundo. A ONG Sasop (Serviço de Assessoria a Organizações Populares Rurais) articulou o desenvolvimento do projeto no local. É possível fazer o download gratuito dos vídeos na página da ANA no vimeo. Nossa meta é divulgar ao máximo as experiências, contando com a ajuda de todos em suas redes e organizações, seja promovendo sessões e debates em levando para universidades, sindicatos, associações comunitárias e institutos de pesquisa, seja fazendo o boca a boca, para a sociedade ficar cada vez mais consciente que existe outro modelo de desenvolvimento em curso e vem dando certo.

Dexe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.