dilma na contagDiante de mais de 2.500 trabalhadores e trabalhadoras rurais presentes no 11º Congresso da CONTAG na noite desta terça-feira, 5 de março, a presidenta Dilma Rousseff parabenizou a Confederação pelo seu cinqüentenário. “Em um país como o Brasil, uma organização completar 50 anos é um feito, principalmente por conseguir se manter atuante. Fico feliz por estar nesse 11º Congresso e no início das comemorações dos 50 anos da CONTAG, que coincide com os 10 anos de governo popular no Brasil”, disse a presidenta. Ela completou que a CONTAG é responsável por muitas conquistas nesse governo, pois sempre defendeu suas posições de forma firme e, ao mesmo tempo, fraterna.

Ela também elogiou o compromisso do Movimento Sindical de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (MSTTR) com a luta das mulheres. “Reconheço que a CONTAG sempre soube valorizar a luta das mulheres e assumir o compromisso com a igualdade de gênero. Tenho certeza de que a mulher protagonista é essencial para o país. Quando assumi a Presidência da República, disse que iria honrar o meu governo e, principalmente, as mulheres brasileiras. Aprovando a paridade tenham certeza de que terão todo o meu respaldo na luta para o combate à violência e tantas outras”.

mesa contagAlém da assinatura de decreto que institui a Política Nacional para Trabalhadores Rurais Empregados e de prometer a aceleração da reforma agrária, a presidenta Dilma Rousseff aproveitou sua participação no 11º CNTTR para anunciar mais medidas para a agricultura familiar. “Se houver demanda, aumentaremos o montante de recursos do Pronaf. Esse é o dinheiro mais bem empregado, pois sabemos que 70% dos alimentos que chegam às mesas dos brasileiros vêm da agricultura familiar. Queremos ampliar a assistência técnica para que tenhamos uma agricultura familiar de alta qualidade. Também temos que ampliar o PAA e PNAE para os assentamentos”, anunciou.

Ela também informou que o programa habitacional Minha Casa Minha Vida é o que mais concentra investimentos do governo federal. Agora, ele atenderá todo o meio rural. “Qualquer assentado da reforma agrária terá direito a acessar o Minha Casa Minha Vida.” O Governo Dilma vem trabalhando duas políticas de convivência com a seca, que são o Garantia-Safra e a Bolsa Estiagem. Dilma informou que 881 mil famílias foram beneficiadas com a antecipação das parcelas do Garantia-Safra e que já foram liberadas nove parcelas. “E só vão parar de receber quando acabar a seca. Com o Bolsa Estiagem também será assim. Também vamos criar um programa para recuperar a criação de animais perdida com a seca”, garantiu.

Por fim, reafirmou o compromisso do seu governo com a superação da pobreza extrema no país. “O nosso país jamais será rico enquanto houver um pobre. Desde o Governo Lula, conseguimos retirar da pobreza 36 milhões de brasileiros. Só nos últimos dois anos, foram 22 milhões de pessoas.”

(*) Fonte: Imprensa CONTAG – Verônica Tozzi. Fotos: César Ramos.

Dexe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.